Malware, ou software malicioso, é um termo abrangente para qualquer tipo de software criado para causar danos. A proteção contra malware é um mercado de bilhões de dólares com competição acirrada. Existem diferentes tipos de soluções de segurança para usuários domésticos, empresas e todo o resto.

Malware não afeta apenas desktops e notebooks. Smartphones e tablets, embora muito mais seguros contra malware do que PCs, ainda são suscetíveis.

Neste artigo, veremos como funciona, o que faz e como você pode se proteger contra ele.

O que o malware faz?

O malware não é totalmente homogêneo. Existem variedades de Malware, que fazem coisas diferentes. No entanto, todos eles têm uma coisa em comum: o malware ajuda seu criador através da vulnerabilidade da vítima e de seu dispositivo, seja ele um computador ou smartphone.

Tipos de malware

Existem muitos tipos de malware, e a cada ano surgem mais variantes, com o objetivo de realizar ataques para diversos propósitos, na maioria das vezes, crimes cibernéticos. Aqui está uma lista dos tipos de malware mais comuns e suas definições:

  • Vírus Esses programas maliciosos modificam outros programas de arquivos para se espalharem. Cada vírus é único em termos de sua carga útil real, mas todos eles se espalham da mesma maneira.
  • Ransomware. Ocasionalmente também conhecidos como cripto-lockers, esses programas criptografam arquivos importantes no computador da vítima, cobrando um valor para que possa descriptografar os arquivos. Ransomware é lucrativo e devastador para organizações maiores.
  • Spyware. Quer seja usado por um cônjuge suspeito ou um fraudador, o spyware permite que os criminosos acessem as teclas digitadas, senhas e outras informações confidenciais de suas vítimas. Alguns tipos de spyware são mais nefastos do que outros – aqueles usados ​​para roubar credenciais bancárias geralmente são mais sofisticados do que aqueles usados ​​para monitorar o uso do computador de uma pessoa querida.
  • Rootkits e bootkits. Esses tipos extremamente avançados de malware se escondem nos níveis mais baixos do software em execução de um computador. Os rootkits não podem ser encontrados por meios tradicionais porque infectam códigos de baixo nível e altamente confiáveis. Os bootkits são executados em um nível ainda mais baixo, começando antes do próprio sistema operacional.
  • Adware. Como o tipo de malware menos malicioso, o adware apenas exibe anúncios no computador da vítima. O adware frequentemente vem junto com malware mais sofisticado, portanto, não trate uma infecção por adware como um problema.
  • Bots. Com botnets, os criminosos controlam remotamente centenas ou milhares de computadores simultaneamente. Botnets são usados ​​para ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS) em sites e outros sistemas. Para ingressar em um botnet, um dispositivo deve estar infectado com malware de bot.

Como o malware se espalha?

Diferentes tipos de malware se espalham de maneira diferente. Alguns tipos, como vírus e worms, são caracterizados pela forma como se espalham.

  • Os vírus inserem seu próprio código em outros programas.
  • Os worms aproveitam as falhas do software para se espalharem sem intervenção do usuário.
  • Os cavalos de Tróia enganam os usuários para que instalem malware, mascarando-se como um programa legítimo.
  • O malware sem arquivo explora bugs no software ou usa ferramentas integradas como o PowerShell para permanecer residente sem deixar vestígios no disco rígido do usuário.

Embora alguns tipos de malware se espalhem sem interação do usuário, o e-mail é o método de distribuição mais comum de malware. De acordo com dados da Cisco, mais de 90% das infecções por malware começam com e-mails maliciosos ou infectados.

O malware de dispositivos móveis geralmente se espalha por meio de aplicativos infectados em lojas de aplicativos de terceiros, embora às vezes também acabe na loja oficial da plataforma.

Qual é o propósito do malware?

Como outros crimes de colarinho branco, o malware geralmente tem como objetivo gerar dinheiro para seu criador. Embora alguns dos primeiros worms tenham sido experimentos ou brinquedos, o malware moderno é um crime grave.

Cada tipo específico de malware ganha dinheiro ou ganha poder de uma maneira única. Os cavalos de Troia bancários, por exemplo, servem para roubar credenciais bancárias, permitindo que os invasores drenem as contas bancárias das vítimas. Alguns spywares são usados ​​para chantagear as vítimas com dados confidenciais. Outro malware é criado para espionagem industrial.

Como faço para detectar malware?

Embora muitos tipos de malware não deixem rastros, outros são menos sutis. O adware é muito fácil de detectar: ​​você começará a ver anúncios em lugares inesperados. O ransomware é igualmente fácil de detectar – você verá a mensagem de resgate. Outras vezes, o único sintoma é um computador mais lento.

O software antivírus pode detectar malware comum com precisão razoável. Se o seu software antivírus avisa que você tem malware instalado, preste atenção aos avisos. Os falsos positivos, embora possíveis, são bastante raros.

Como faço para remover malware?

Esteja você usando um PC ou um Mac, há algumas coisas que você deve fazer se suspeitar que seu dispositivo foi infectado por malware. Aqui está um passo a passo como você pode removê-lo sem perder todos os seus arquivos no processo.

  1. Desconecte seu dispositivo da Internet
  2. Inicie no modo de segurança
  3. No Mac, reinicie seu sistema. Antes que o logotipo da Apple apareça, pressione e segure a tecla Shift. Digite sua senha e você acessará o sistema em modo seguro.
  4. No Windows, durante a inicialização, você deve pressionar Ctrl + F8. Em seguida, fora da lista de opções, selecione Modo de segurança sem rede.
  5. Execute um scanner de malware
  6. Reinstale o navegador
  7. Verifique se o malware desapareceu

Limpeza do computador

Limpar o computador é outra maneira eficaz de remover malware. Isso envolve algumas etapas gerais:

  1. Em um computador limpocrie uma unidade de instalação. Isso é fácil e gratuito para Windows. Basta baixar o arquivo ISO e usar a ferramenta da Microsoft para criar uma unidade flash inicializável. (Se você for um usuário do Mac, pode pular esta etapa usando o Internet Recovery. O modo de recuperação regular pode estar infectado, portanto, não o use.)
  2. Faça backup de seus dados do computador infectado. Os arquivos dos quais você fez backup podem estar infectados, portanto, não os abra em um computador limpo ainda.
  3. Inicialize a partir da unidade USB ou recuperação de Internet e instale o sistema operacional no disco rígido interno do computador. Isso substituirá todos os seus dados.
  4. Inicialize seu computador a partir da unidade interna e continue o processo de configuração. Será como se você tivesse um computador novo.
  5. Instale uma solução antivírus em seu computador, conecte sua unidade de backup e verifique os arquivos de backup. Não abra nenhum até que o software antivírus mostre que seu backup está em boas condições.

É fácil limpar seu telefone, quer você use Android ou iOS. Aqui, mostramos como remover malware de dispositivos Android ou iPhone.

Como posso me proteger contra malware?

Centenas de empresas oferecem software que protege contra software malicioso. No entanto, alguns funcionam melhor do que outros. Além disso, as compensações diferem entre os programas antivírus. Alguns enfatizam recursos extras, enquanto outros se concentram apenas na velocidade e desempenho.

Tanto o macOS quanto o Windows incluem softwares antivírus pronto para uso. O Windows tem o Microsoft Defender pré-instalado, enquanto o macOS inclui uma variedade de recursos de segurança como XProtect e Gatekeeper. Embora essas opções sejam uma ótima proteção básica, elas não são suficientes para muitos usuários de computador hoje.

  • O software deve oferecer varredura ativa para que você esteja continuamente protegido em segundo plano.
  • Deve vir de um fornecedor confiável. O engraçado é que alguns malwares se disfarçam como softwares antivírus, portanto, preste atenção nas análises e certifique-se de baixar uma opção legítima, não uma falsa.

Seu celular ou tablet também pode ser vítima de malware. Para se proteger, instale apenas aplicativos da Apple App Store ou Google Play Store. A maioria dos malwares de smartphone vem de lojas de aplicativos de terceiros e aplicativos sideload. Além disso, mantenha seu dispositivo atualizado para evitar worms e outros malwares semelhantes que dependem de vulnerabilidades de segurança.

Além do software antivírus

Mesmo que o software antivírus seja útil, você pode melhorar ainda mais sua segurança indo além da simples verificação de arquivos. Muitos pacotes de segurança da Internet e soluções de proteção de endpoint corporativo verificam anexos de e-mail, sites da Web e outros vetores de ataque comuns. O Gmail e o Outlook também verificam os anexos por padrão.

A proteção contra os efeitos potenciais do malware geralmente é tão importante quanto a proteção contra o próprio malware. O ransomware criptografa arquivos, portanto, fazer um backup dos seus dados com antecedência torna-o muito menos perigoso. Usar a autenticação multifator significa que o spyware que rouba credenciais não pode fazer login em suas contas sem que você aprove o segundo fator.

Não importa o software ou as técnicas que você escolha usar, a vigilância e o bom senso são importantes. A maioria dos malwares exige convence-lo de que é legítimo, portanto, fique atento e não confie no software cegamente.

Perguntas frequentes

Malware e vírus são a mesma coisa?

Sim e não. Malware é um termo abrangente para todos os tipos de software malicioso, enquanto um vírus é um tipo de malware capaz de se autorreplicar e inserir seu próprio código em outro software.

O malware pode tornar meu computador lento?

Sim. Alguns tipos de malware podem reduzir significativamente a velocidade do seu dispositivo, tornando-o totalmente inutilizável.

Por que o malware é criado?

Os hackers criam malware por vários motivos. Roubo de dados, espionagem, chantagem e até mesmo pegadinhas estão entre os principais motivos para a criação de malware.

Um Mac pode ser infectado com malware?

Sim. Em geral, os Macs são mais seguros do que os PCs normais, pois são mais resistentes a malware e vírus. No entanto, o malware para Macs ainda existe e você deve tomar as mesmas precauções de segurança que tomaria ao usar um PC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui