O futuro para quem faz uso do Google Ads  estará cheio de novos desafios para os profissionais de marketing. A boa notícia é que podemos esperar estratégias de anúncios do Google mais sofisticadas, mais ferramentas de anúncios e melhorias para tomar decisões mais inteligentes que nos permitem melhorar o desempenho e a experiência do cliente. E por falarmos em clientes, o maior desafio para os profissionais de Google Ads e exercer ainda mais o lado humano junto aos clientes e não ficar preso somente à métricas. Se o próprio Google irá atualizar o Core Web Vitals em maio de 2021 focando como nunca na experiência do usuário, o que dirá nós humanos que muitas vezes negligenciamos o relacionamento pessoal.

Aqui estão algumas das principais expectativas para os próximos dois anos do Google Ads:

Haverá aumento de gastos e competição nos leilões de Pesquisa e Compras devido à sobreposição de público e gigantes como a Amazon, Magazine Luíza e outros grandes varejistas do Mercado que migraram de vez para o Universo Online durante a pandemia da Covid 19.

O Google continuará a aprimorar os recursos de anúncio do funil superior com novos formatos e atualizações para os formatos já existentes. A inteligência artificial do Google tem trabalhado como nunca para entender o novo comportamento das pessoas.

A qualidade do setor criativo se tornará mais importante à medida que o Google revelar mais inventário de anúncios com base visual, inclusive sites que estão fazendo uso de Web Stories já estão tendo uma atenção maior do Google nas buscas orgânicas e também nas campanhas do Google Ads.

A pesquisa por voz do Google continuará crescendo e provavelmente teremos a oportunidade de tê-la como uma fonte de novos formatos de anúncios. Então quanto mais assertiva for sua campanha, mais êxito ela terá.

O lance automático será mais predominante para a pesquisa paga, agora que o recurso Posição média foi removido. Claro que isso assusta bastante pois o CPC= custo por clique tende a aumentar bastante, então quanto melhor for sua campanha, quanto mais inteligente, melhor será a relação custo benefício.

A coleta de dados off-line e também on-line fornecerá a você melhores insights que podem ser usados ​​para melhorar as campanhas de pesquisa paga. Citaremos esse exemplo abaixo:

Digamos que você tenha um Ateliê de costuras em SP especializado em ajustes de roupas, mas você não confecciona roupas. Se você deixar apenas a palavra-chave Ateliê de costuras e ou costureira e não negativar palavras chave no Google como confecção, confeccionar etc. você perderá muito dinheiro com cliques que não tem nada a ver com sua persona. Essa expertise já não vem de hoje, mas daqui pra frente os amadores não aguentarão manter campanhas no Google Ads pois perderão dinheiro e culparão o Google, quando na verdade lhes faltou empenho, estudo e aplicação de conhecimento adquirido.

Numa situação dessas, de repente convêm o profissional do Google Ads fazer uma campanha local, com um raio de 5 km do ateliê de costuras, acrescentando palavras chaves como costureira perto de mim, costureira de ajuste de roupas.  Enfim, cada empresa tem seu público alvo e cabe ao responsável de marketing da empresa explicar muito bem ao profissional do Google Ads através de um belo briefing, reuniões (práticas) e monitoramento contínuo.

A automação no Google Ads será crucial para ficar à frente da concorrência

Agregar dados de vários pontos será mais fácil, pois o Google continua a melhorar seu algoritmo e Inteligência Artificial e coleta de dados. Mas analisar todos esses dados requer conhecimento e prática. Por isso a importância de algum responsável da empresa ter um contato direto com o profissional de Google Ads pois se deixar a campanha toda na mão do profissional e não o ajudar, ele só terá os dados do Google para analisar, mas não terá a vivência da empresa no dia a dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui