São Paulo, SP 14/4/2021 –

Eventos acontecem de 12 a 16 de abril; organizada pela Academia Brasileira de Laringe e Voz e apoiada pela ABORL-CCF, campanha fomentará a importância da prevenção das doenças vocais e levará informações ao público leigo

A Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) e a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) promovem, de 12 a 16 de abril, a 23ª Campanha Nacional da Voz. Com o slogan “O que a sua voz tem a dizer sobre a sua saúde?”, a ação este ano tem como objetivo levar informação e fomentar a prevenção de doenças vocais, e contará com uma programação internacional para médicos otorrinolaringologistas (de 12 a 15/4), mais uma live especial aberta ao público com a participação de especialistas que responderão ao vivo a todas as dúvidas (dia 16/4).

Com início em 1999, a Campanha Mundial da Voz hoje é um case de sucesso no país e já alertou e orientou milhões de brasileiros. O foco da campanha neste ano é a prevenção do câncer de laringe, que pode ter como primeiro sintoma a rouquidão. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que, para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticados no Brasil 7.650 novos casos de câncer de laringe (na proporção de 6.470 casos em homens e 1.180 casos em mulheres). Esses valores correspondem a um risco estimado de 6,20 casos a cada 100 mil homens e 1,06 casos a cada 100 mil mulheres.

Segundo o Prof. Dr. Eduardo Baptistella, presidente da ABORL-CCF, a pandemia fez com que muitas pessoas deixassem de procurar auxílio médico, agravando problemas vocais preexistentes. “Os atendimentos suspensos e o medo dos pacientes de irem ao médico reduziram significativamente o diagnóstico do câncer de laringe, postergando diagnósticos e retardando tratamentos. Como esta é uma doença que, se descoberta em um estágio mais precoce, apresenta mais chances de cura, vamos mostrar à sociedade que é possível, com o devido acompanhamento de um otorrinolaringologista, preservar a voz e a respiração”, declara.

De acordo com as estatísticas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), cerca de 60% dos casos de câncer de laringe se iniciam na glote, a área que contém as cordas vocais, enquanto 35% se desenvolvem na região da supraglote. O restante começa na subglote ou em mais de uma área. “A taxa de novos casos de câncer de laringe está caindo de 2 a 3% aproximadamente por ano, muito provavelmente porque menos pessoas estão fumando. No entanto, as pessoas precisam estar atentas à rouquidão persistente, que precisa de um diagnóstico médico. Se o paciente apresentar uma dor na garganta que não melhora, rouquidão ou falhas na voz por mais de 15 dias, tosse, dor ou dificuldade para engolir, ele precisa procurar atendimento médico o mais rapidamente possível”, explica o Dr. Rui Imamura, presidente da ABLV.

A programação da 23ª Campanha Nacional da Voz será exclusivamente online. “Em função do isolamento social e das restrições provocadas pela pandemia, a programação deste ano será virtual, a fim de prezar pela segurança de todos, mas não menos brilhante, pois contaremos com a participação de especialistas de renome mundial, que dividirão com os otorrinos brasileiros suas experiências”, declara a Dra. Adriana Hachiya, coordenadora do evento.

A programação está disponível abaixo e no site https://www.aborlccf.org.br/ :

Segunda-feira, 12/4: Abertura: Vamos abrir a Semana da Voz, contando um pouco da história da Campanha da Voz, quem foram seus padrinhos e como tudo começou.

Terça-feira, 13/4: Super Terça: Edição Especial Semana da Voz, com três aulas pré-gravadas (10 minutos cada), seguidas de discussão (com perguntas enviadas previamente).
Apresentadores: Dra. Luciana Miwa Nita e Dr. Tiago Bezerra
Moderador: Dr. Nedio Steffen
Diagnóstico: Dr. Geraldo Druck Sant’anna
Procedimentos endoscópicos: Dr. Agricio Crespo
Laringectomias: Dr. Marcio Abrahao
Depoimento especial: Prof. Dr. Itzhak Brook, professor adjunto de pediatria e medicina na Georgetown University School of Medicine (Washington DC). Especialista em pediatria e doenças infecciosas, sobreviveu a um câncer de cabeça e pescoço. Inicialmente diagnosticado com câncer na garganta em 2006, teve a laringe removida. No evento, contará sua experiência em se tornar laringectomizado (o que afetou funções fundamentais, como falar, respirar e comer) e como usou sua história de vida para ajudar os médicos que lidam com a doença e os pacientes a enfrentá-la.

Quarta-feira, 14/4: Quarta Internacional (com tradução simultânea): Palestra Clinical care of the singing voice, com Dr. Michael Benninger (presidente do Head and Neck Institute da The Cleveland Clinic, professor de cirurgia da Cleveland Clinic Lerner College of Medicine da Case Western Reserve University e autor de mais de 100 capítulos de livros, 210 artigos científicos e 11 livros), que falará sobre a sua experiência no atendimento a cantores.
Apresentadora: Dra. Andrea Campagnolo
Comentários: Dra. Natasha Mascarenhas, Dr. Andre Duprat e Dr. Luciano Neves

Quinta-feira, 15/4: Connect Especial: discussões sobre o diagnóstico e o tratamento das disfonias agudas.
Apresentador: Dr. Allex Itar Ogawa
Convidados: Dr. Marcos Sarvat, Dr. Jefferson D’Avila e Dr. Paulo Perazzo

Sexta-feira, 16/4: Live especial em celebração ao Dia da Voz: aberto ao público, este evento mostrará a importância da voz na vida de vários artistas e pacientes, que conversarão sobre o tema, além de diversos especialistas que vão responder as dúvidas do público ao vivo.

Website: https://www.aborlccf.org.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui