Free Fire

A Semana 3 da LBFF 4 marcou o fim do primeiro turno da competição, que terminou com FURIA, GOD, SS e Santos dividindo as quatro primeiras colocações com uma diferença mínima na pontuação. Santos e GOD, inclusive, são do Grupo C, que foi mandante no último final de semana e se recuperou até que bem na classificação geral. 

Veja tudo o que aconteceu:

No sábado (6), a Team Liquid fez dobradinha e foi o grande destaque da rodada com 88 pontos e 46 abates. A Cavalaria abriu a semana no 16º lugar com 68 pontos e terminou a Semana 3 na oitava colocação com 197. Os grandes nomes da Liquid no sábado foram mvre peuzada, que fizeram 17 e 16 abates respectivamente. A SS, que teve Mts007 no destaque com 12 eliminações, foi o segundo melhor time do sábado com um BOOYAH!, 75 pontos e 32 abates.

A RED Kalunga, que precisa pontuar, também fez dobradinha e subiu algumas posições na tabela, assim como LOUD, que fez o último BOOYAH! da Rodada 5, e B4, que apesar de não ter vencido nenhuma queda, marcou 60 pontos por colocação na rodada. Sobre a Matilha, Solotov comentou:

A RED é uma equipe de tradição no cenário, que não costuma fazer muitos abates, mas que sempre pontuam muito por posição. Conseguem sempre ficar ali entre Top 3 e 5, mas agora não estão encaixando o jogo. Ficaram apenas três vezes no Top 3 nessa LBFF e com muitos poucos abates. É um novo meta com Double Vector, a galera não está mais ficando parada em casa, estão rushando mais, se sentindo mais confiantes, indo atrás de abates, o que significa que a RED precisa ser mais agressiva, buscar mais abates“.

No domingo (7), mais um dia equilibrado no quesito BOOYAH!. Novamente seis equipes venceram, sendo elas: Flamengo, RED, paiN, FURIA, GOD e Liquid. Com 35 abates no total e 21 em uma única queda, a FURIA foi o destaque do dia em eliminações, seguido de Meta Gaming (31 abates) e Team oNe (30) que despertaram na Série A. Os Golden Boys e os promovidos através da Série de Acesso ainda foram, ao lado da GOD, o time que mais pontuou por colocação; a META fez 68 contra 63 da T1.

VN10, da Team oNe, foi o grande destaque individual com 16 abates. Jubinha, com 14, foi o nome da Black Dragons, enquanto Pato, com 12 eliminações, foi mais uma vez decisivo para os Deuses.

A gente ficou meio eufórico (com o BOOYAH!), não teve como controlar, gritamos e pulamos muito. Como capitão, o Memgod puxou muito, falou que hoje a gente ia bater recordes, a gente pensa muito no que vai fazer, nos nossos objetivos, o que a gente coloca e vai. Assim, bater o recorde com 21 abates em Kalahari, que não era o nosso melhor mapa nos treinos e nosso pior mapa na estreia, foi sensacional“, disse Zaraki, técnico da FURIA, em entrevista pós jogo.

Veja abaixo como ficou a tabela atualizada da LBFF e clique aqui (sábado domingo) para saber os destaques das quedas.

Veja aqui a tabela atualizada de Estatísticas da LBFF e clique aqui para acessar as fotos oficiais da competição.

Conheça a LBFF

Com premiação total de R$ 2,4 milhões, a Liga Brasileira de Free Fire é a competição oficial do Battle Royale mais jogado no Brasil.

A Série A da LBFF 4, elite do torneio, acontece sempre aos sábados e domingos, a partir das 13h, com transmissão ao vivo no YouTube, na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena, e na Loading, rede multiplataforma voltada para entretenimento e cultura pop, com transmissão na TV aberta, fechada e simulcast. Para ver a agenda da etapa, clique aqui.

A apresentação fica a cargo da Camilota XP e a narração com Murillo Shooow e Diego Hads. Os comentários são de Luís Folha, do ex-pro player Solotov  e de Maah Lopez, que estreia na LBFF Série A. Para finalizar, Tawna é responsável por trazer informações extras durante as partidas.

Com seis quedas em cada dia de competição, entre os mapas de Bermuda, Kalahari e Purgatório, as partidas seguem o mesmo sistema de pontos corridos de edições passadas, mas com uma quantidade diferente de pontos atribuídos por abate e posição. Saiba mais informações no livro de regras.

Entre as equipes, estreiam nomes como Fluxo, Meta Gaming e Team oNe, que se juntam a B4, Black Dragons, Corinthians Free Fire, Cruzeiro eSports, Flamengo eSports, FURIA, GOD eSports, INTZ, LOUD, paiN Gaming, Vivo Keyd, Red Canids Kalunga, Santos eSports, Team Liquid e SS E-Sports, atual campeã da LBFF, para formar a elite do Free Fire no Brasil na disputa pelo título de campeão da modalidade.

A premiação da LBFF 4 é de R$ 745 mil. O campeão levará R$ 105 mil, enquanto os 2º e 3º colocados ganham R$ 85 mil e R$ 75 mil, respectivamente. As equipes que ficarem entre 4º e 12º lugar ganham R$ 53.333 cada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui